Apresentação

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Convidados - Trio Capitu



Trio Capitu


A riqueza da musicalidade, os ritmos e melodias se unem à performance do Trio Capitu – grupo instrumental de formação original e singular: flauta, oboé e fagote. Fundado em 2012, o trio vem acumulando reconhecimento de público e de crítica. Indicado ao 27o Prêmio da Música Brasileira na categoria “Revelação”, o grupo também foi escolhido para se apresentar na programação oficial de abertura das comemorações dos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro. Por dois anos consecutivos foi selecionado no Prêmio Funarte de Concertos Didáticos, levando suas apresentações a escolas da rede pública de ensino e, entre 2014 e 2015, foi um dos grupos a se apresentar no aclamado projeto social Doutores da Alegria.
No intuito de manter acesa a chama da música de câmara e reavivar a combinação destes três instrumentos, o Trio Capitu percorre não apenas o rico repertório original para esta formação – fortemente solidificado através do Trio-Sonata barroco – mas também os clássicos e modernos, trazendo sua sonoridade para os tempos atuais em novas composições e arranjos especiais que passam por grandes nomes do choro e da música popular brasileira, até as mais variadas correntes da música do mundo. Mantendo-se atento e preservando a seriedade do processo criativo, o trio inova ao experimentar a prática da música em conjunto em ambientes que integrem diferentes formas de expressão artística, unindo plateias habituais àquelas que estão curiosas e sedentas por novos caminhos, ampliando seu trabalho para além das tradicionais fronteiras que separam os universos musicais.
O Trio Capitu desenvolve um trabalho de formação de novas plateias, levando o formato didático e interativo a grupos que ainda encontram dificuldades ao acesso da experiência da música instrumental. O grupo se apresenta com frequência em centros culturais, festivais de inverno, universidades, além de eventos onde se aliam artes como exposições e festas literárias. Performances aplaudidas de pé em teatros como Casa da Ópera (Ouro Preto), Teatro Municipal e Solar do Jambeiro (Niterói), Museu da Música (Mariana), Centro Cultural Sesc Paraty (Paraty), Espaço Guiomar Novaes (Rio de Janeiro), Auditório do BNDES (Rio de Janeiro), Centro Cultural da Justiça Federal (Rio de Janeiro) e Centro Cultural UFSJ (São João del Rei). O trio acaba de gravar do seu primeiro cd, Novos Ventos, fruto de uma parceria entre as artistas e seu público através de uma campanha de financiamento coletivo. Inteiramente dedicado à música brasileira, o disco apresenta composições originais dedicadas especialmente ao grupo e adaptações de nomes como Alexandre Schubert, Marcos Lucas e Sergio Roberto de Oliveira. O disco faz parte do catálogo do selo A Casa Discos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário